Cristãos têm direitos humanos violados no Egito

14 Dez

Cristãos têm direitos humanos violados no Egito

No Egito a violação dos Direitos Humanos é comum, e a maneira que mais se usa para infringir é o sequestro dos cristãos. O país é constantemente acusado de infringir acordos internacionais de direitos humanos.

Um deles é o acordo internacional em seu artigo I, que declara que “todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade”.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), foi elaborada em 10 de dezembro de 1948, durante a Assembleia das Nações Unidas, em Paris, e completou seus 72 anos neste ano.

O documento foi traduzido em mais de 500 idiomas e desde então serve como base das constituições de inúmeros países. O mundo todo começou a ser observado para que os seus cidadãos possam ser respeitados.

Infelizmente muitos países ainda não cumprem com os direitos humanos e violam, por exemplo, a liberdade religiosa dos cristãos, que são minoria em muitos países, sendo discriminados, e vivem em constante riscos de ataques.

A maioria das histórias de violação não têm um final feliz, mas o caso de Bakhit Aziz Georgi, um cristão de 68 anos conseguiu voltar para seu lar depois de ser abordado e sequestrado por homens armados em agosto.

Georgi estava no seu comércio próprio trabalhando, seus filhos e o sobrinho presenciaram a ocorrência e ainda reagiram na tentativa de impedir o sequestro, mas não tiveram êxito.

A polícia foi avisa do sequestro, mas não quis dar continuidade as investigações, a família de Georgi começou a se sentir insegura e com medo de novas perseguições.

No dia 8 de dezembro, após quatro meses, ele voltou para casa, todos ficaram felizes, e seus filhos puderam ter uma noite tranquila com seu pai por perto.

A Portas Abertas reportou que apesar de o cristão ter perdido muito peso, ele está com boa saúde. Muitas histórias não tem um final feliz, existem muitas famílias sendo desfeitas por causa da perseguição aos cristãos.

Ore para que Deus proteja os nossos irmãos!